Algumas pessoas podem dizer que um caderno de receitas é algo antiquado ou até mesmo ultrapassado, mas ele na verdade acaba sendo muito útil para o dia a dia. O Marola, por exemplo, surgiu justamente por conta disso. Eu esquecia as receitas que fazia, e comecei a colocá-las na internet, criando o meu caderno de receitas personalizado.

Então, se você possui ótimas receitas e quer um lugar para anotá-las sem risco de perder, ou gostaria de um lugar para acessar mais facilmente aquelas receitas que adora aqui do Marola, um caderno de receitas pode te ajudar muito.

Unindo os avanços tecnológicos com a tradição de anotar suas receitas em um caderno, vamos te ensinar a criar um caderno de receitas personalizado em apenas 7 passos.

7 Passos para Criar um Caderno de Receitas Personalizado
Foto: Shutterstock

1 – Separando as receitas

Em primeiro lugar, é importante separar todas as receitas que você gostaria de incluir no seu caderno. Para isso, você deverá passar um tempo relembrando quais pratos gosta de cozinhar, pesquisando suas receitas favoritas ou até telefonando para alguns parentes em busca das receitas de família. Eu por exemplo, tenho algumas receitas aqui no site que são da minha mãe e fazem o maior sucesso. Uma delas é a geleia de pimenta uma das receitas mais acessadas aqui do Marola.

Você pode anotá-las em um caderno, num documento de texto ou no celular – por enquanto, você só vai precisar de um rascunho. O importante é anotar as ideias para que nenhuma receita seja esquecida.

7 Passos para Criar um Caderno de Receitas Personalizado
Foto: Shutterstock

Se preferir, anote as receitas e deixe para revisar o que foi escrito no outro dia; assim, caso você tenha deixado algum prato importante de fora, poderá lembrar dele e incluí-lo mais tarde. Revisar um texto após um dia de descanso também proporciona mais atenção aos detalhes do que fazer tudo em um dia só.

Aqui no site cada receita leva pelo menos uma semana pra ser postada. Ela passa por uma revisão de ingredientes e quantidades, de passo a passo e até um pouco de gramática. E depois a Eloah também faz uma revisão pra pegar possíveis erros de diagramação e outros detalhes mais técnicos das postagens.

2 – Ilustrando

Para incrementar seu caderno de receitas e deixá-lo ainda mais completo, vamos para o próximo passo: ilustrar suas receitas. Para isso, temos duas possibilidades:

A primeira opção, e a que mais gosto, é cozinhar todos os pratos e fotografá-los individualmente. Isso leva um certo tempo, é verdade, mas é uma delícia. Assim você acaba testando as receitas e pode anotar detalhes, dicas, trocas de ingredientes. Isto definitivamente garante mais autenticidade ao caderno.

A segunda opção é procurar por imagens realistas e que representem os pratos a serem ilustrados. Para isso, use sites de bancos de imagens, como, por exemplo, o br.depositphotos.com. Nele, você encontra diversas imagens profissionais prontas para uso – e livres de direitos autorais.

7 Passos para Criar um Caderno de Receitas Personalizado

Esta alternativa acaba sendo mais viável para a maioria das pessoas, porém nem sempre você vai encontrar a imagem das receitas que você separou. Porém, ao invés de levar dias cozinhando e fotografando as receitas, pode fazer tudo em poucas horas. Só não vale pegar as fotos de outras pessoas sem autorização tá? As minhas fotos, por exemplo, possuem direitos autorais e não podem ser usadas.

3 – Organizando as informações

Nessa hora, precisamos do auxílio de um programa que nos possibilite criar e editar imagens e colagens de fotos. Boas alternativas são o bom e velho Photoshop, ou, então, o Canva – um site bastante popular e muito fácil de usar.

Com ele, é possível encontrar diversos modelos de livros de receitas já prontos. Assim, você só precisa substituir os textos e imagens pelos seus próprios. Basta pesquisar por um modelo que te agrade e começar a editar! Selecione os textos e as imagens já separadas, e posicione cada uma nos espaços desejados. Você também pode mudar a cor das letras e objetos, estilo da fonte e etc.

7 Passos para Criar um Caderno de Receitas Personalizado

Uma outra alternativa é criar um blog gratuito onde você pode ir colocando as receitas separadamente. Esta opção é boa opção pra quem quer continuar incluindo receitas no seu caderno futuramente.

4 – Revisando

Depois de selecionar e finalizar as edições de seu caderno de receitas, é hora de revisar uma última vez as receitas e imagens selecionadas.

Verifique se todas as receitas estão corretas, detalhadas e se nenhuma está faltando. Confira se as fotos representam as receitas da página em que estão posicionadas.

Por último, verifique se tudo está escrito corretamente e se o posicionamento dos elementos de seu livro está adequado. Caso tudo esteja correto, é hora do próximo passo!

7 Passos para Criar um Caderno de Receitas Personalizado
Foto: Shutterstock

5 – Exportando o arquivo

Agora é só salvar o arquivo e está pronto – só que não! Aqui também temos duas alternativas. Você pode imprimir ou manter o seu caderno de receitas digital.

Essa é uma das partes mais importantes do processo, pois vamos precisar ter o cuidado de salvar o arquivo no formato e resolução adequados, para que a qualidade não seja danificada na exportação.

E no caso de manter o caderno de receitas digital, exporte o arquivo em PDF e pronto! Agora é só deixar no seu computador ou mandar pro seu celular pra ter o suas receitas sempre a mão.

No caso da impressão, atente-se ao formato da folha. Normalmente, seu arquivo já deve estar no formato de uma folha A4. Caso não esteja, atente-se ao tamanho das páginas: uma folha sulfite possui 21 cm de largura por 29,7 cm de altura; desse modo, mesmo que você deseje mudar o formato ou o tamanho das folhas, tente não ultrapassar essas medidas, ou o livro pode acabar grande demais. Na resolução, deixe tudo com 300 ppi (pixels por polegada), e salve o arquivo PDF.

Pra quem tá usando o Canva, ele já te dá as opções de salvamento pra cada situação. Fica muito mais fácil.

7 Passos para Criar um Caderno de Receitas Personalizado

6 – Imprimindo

Você pode optar por dois métodos na hora da impressão.

Se tiver uma impressora, poderá imprimir em casa mesmo, na folha sulfite ou qualquer outro papel que desejar. Também é possível enviar para uma papelaria e pedir para que imprimam para você. Aí, basta cortar as folhas individualmente e passar para o próximo passo.

Você também pode entrar em contato com uma gráfica para uma impressão mais profissional. Lá, os funcionários te orientarão sobre qual tipo de papel escolher e como as cores ficariam em cada modo de impressão – detalhes que garantem um acabamento diferenciado.

7 Passos para Criar um Caderno de Receitas Personalizado
Foto: Shutterstock

7 – Finalizando

Após imprimir todas as páginas de seu livro, é hora de colocar a mão na massa e montar sua estrutura. Caso você tenha enviado a impressão para uma papelaria ou gráfica, é possível que eles ofereçam o serviço de encadernação por um valor a mais, e você terá um caderno com carinha de apostila.

Se for fazer em casa, é importante organizar as páginas na ordem correta, agrupá-las e alinhá-las firmemente até que estejam paralelas umas às outras.

Você pode grampeá-las ou, se tiver um aparelho de furar papel, pode fazer de dois a quatro furos nas laterais e então amarrar todas as folhas com linhas ou barbantes – isso traz um estilo mais caseiro e charmoso ao livro.

Lembre-se de guardá-lo em um local livre de umidade e da luz do sol, para que não molhe, desbote ou acabe rasgando.

Está ansiosa para compartilhar suas receitas com a família ou os amigos? Um livro personalizado também é uma ótima opção para presentear uma pessoa querida!

Natural Meat

A Amanda é quem cria, fotografa e publica as receitas do blog. Gosta de todas as comidas e encara qualquer degustação de olhos fechados. O coração tá na cozinha, mas os pés sempre estão numa boa viagem.

Escreva um comentário