Os segredos para aprender um novo idioma na viagem

0

Quem não quer aprender idiomas hoje em dia? Todo mundo já sabe que saber inglês ou espanhol pode ajudar a turbinar a carreira, além de ser uma ferramenta muito útil para quem gosta de viajar e ampliar seus conhecimentos. Muitos começam a aprender um idioma nas famosas escolas de idiomas, espalhadas por todo o país. Há também quem prefira estudar por meio de aulas com professores de inglês particulares (Rio de janeiro) ou através de plataformas online de ensino à distância.

O fato é que, viajando ou não, aprender uma nova língua envolve não só o conhecimento prático e técnico do idioma em si, mas está relacionado a uma série de outros fatores que podem contribuir para a conquista da fluência. Está querendo viajar para fora? Hoje, trouxemos dicas importantes para quem está pensando em passar um tempo no exterior e quer aproveitar para aprender outro idioma.

Os segredos para aprender um novo idioma na viagem

Veja dicas de como aprender um novo idioma viajando

Comunique-se com os nativos

A primeira coisa que pode ajudar no desenvolvimento da língua quando se está fora do Brasil é comunicar-se com os nativos. Não adianta nada frequentar um curso de idiomas fora do país se você não coloca em prática tudo o que aprende. Se você não é do tipo que se comunica fácil e prefere aprender tudo em casa, é melhor investir o dinheiro da viagem em outra coisa e continuar aprendendo por aqui mesmo.

É importante ressaltar que não estamos falando só da comunicação propriamente dita, mas da própria essência da cultura, que se mostra através das expressões, das gírias e de todos os diferentes sotaques espalhados pelo país. Quando o estudante pratica com nativos, não se beneficia só na gramática e pronúncia da língua, mas ganha muito mais confiança para expressar-se no idioma e fazer-se entendido. Como resultado, a pessoa não se sente mais insegura e acaba absorvendo muito mais do que somente a língua.

Comunique-se com os nativos

Exponha-se às situações

Quem não se expõe ao mundo, não conhece o mundo! O estudante necessita dessa entrega para aprender verdadeiramente não só a língua, mas a própria reação dos nativos em diversas situações do cotidiano. Quanto mais fechado o estudante for, mais lento será seu desenvolvimento na língua. Isso se estende a resolver as burocracias do dia a dia, oferecer ajuda à alguém e, claro, fazer novas amizades. Além de ser enriquecedor, esses hábitos lhe tiram a sensação de estar longe de casa e trazem muito mais autoconfiança para continuar enfrentando os obstáculos no país desconhecido.

Mergulhe na cultura!

Independentemente se estiver morando no Canadá ou Japão, você nunca irá aprender o idioma se não conhecer a cultura do país. Isso inclui não só parte de sua história, mas os próprios costumes locais. Você pode fazer isso saindo para provar pratos, conhecendo gente nova, lendo jornais e observando a rotina dos nativos. Além disso, analise também o que os faz dar risada, o que os deixa irritados e como eles interagem para que você possa reconhecer sua linguagem e adaptar-se mais facilmente. Isso irá trazê-los para mais perto de você e ajudar a quebrar as barreiras culturais de forma mais natural.

Mergulhe na cultura!

Deixei uma resposta

Escreva um comentário
Seu nome