fbpx
Bonito

Bonito – Rapel e Cachoeiras da Boca da Onça

Vamos começar dizendo que é no Boca da Onça que está o maior rapel de plataforma do Brasil, com seus 90 metros de altura. E é lá que está uma das cachoeiras mais altas do estado do Mato Grosso do Sul, com 156 metros de altura.

Lá você escolhe. Pode fazer somente o rapel ou somente a trilha de cachoeiras, mas também é possível fazer os dois no mesmo dia. Confesso que eu amarelei no rapel, mas a Amanda fez e vamos contar todos os detalhes para vocês.

A segunda parte do passeio, que eu também participei, é repleto de cachoeiras da região, com direito a mergulho em águas cristalinas do rio Salobra, que nasce na Serra da Bodoquena.

A Boca da Onça é uma propriedade particular, que recebe turistas há 15 anos em sua imensa área de 2.000 hectares. A estrutura é bem completa e organizada. Tem restaurante, loja de conveniência, banheiros, trocadores, piscinas (uma com peixes), redário, salão de jogos e Wi-Fi livre.

Bonito – Rapel e Cachoeiras da Boca da Onça
A maior cachoeira do estado do Mato Grosso do Sul

Passeios em Bonito – Rapel na Boca da Onça

Para quem nunca fez rapel, ou já fez a algum tempo, ou não está tão confiante, fique tranquilo. Antes de encarar os 90 metros de altura, terá um treinamento em uma mini plataforma de 7 metros. Eu amarelei muito antes disso. A Amanda foi lá, firme e forte, mesmo com medo.

No treinamento é explicado todos os procedimentos de segurança e é importante prestar bastante atenção. Além disso é obrigatório o preenchimento do termo e do seguro.

Os instrutores da Boca da Onça ajudam o grupo a colocar todo o equipamento e na sequência já sobem para a mini plataforma. A Amanda parecia tranquila até aqui e por enquanto eu também estava (só olhando).

Plataforma do Rapel da Boca da Onça
Plataforma do Rapel da Boca da Onça

Na sequência pegamos um carro que nos levou até a entrada da plataforma. Quando eu vi a altura, gelei! Confesso que chorei só de saber que a Amanda ia descer tudo aquilo. Na minha cabeça parecia loucura. São 90 metros de altura, deus do céu.

Como é a descida do Rapel na Boca da Onça

Primeiro desceu um casal e tudo pareceu ser simples. Em 10 minutos eles já estavam lá embaixo. Fiquei um pouco mais aliviada. Chegou a vez da Amanda. Primeiro ela sentou na beira da plataforma, ficou com os pés balançando e na sequência começa a descer. Ai é só apertar a alavanca e ir curtindo a paisagem.

Não consigo imaginar a adrenalina, mas o visual realmente é indescritível. Eu desci paralelamente pela trilha onde pude admirar diversos ângulos do Cânion do Rio Salobra.

A descida dela foi um pouco devagar e levou cerca de 30 minutos. O ritmo depende de cada um e de cada dupla.

Rapel da Boca da Onça - Bonito
Amanda no percurso do Rapel da Boca da Onça

Do grupo, somente eu não desci o rapel (que vergonha!). Então eu e o guia caminhamos pela trilha que desce paralelamente ao Cânion do Rio Salobra e encontramos o grupo para dar inicio a segunda parte do passeio – a trilha com muitas cachoeiras.

Trilha das Cachoeiras na Boca da Onça

Este passeio em Bonito nos deu a oportunidade de conhecer quase 10 cachoeiras, entre elas a Cachoeira Boca da Onça, a mais alta do estado do Mato Grosso do Sul com 156 metros de altura.

Durante a nossa caminhada de 4 km, nós conseguimos conhecer 7 cachoeiras com 4 paradas para banho. Foi incrível. E a primeira já foi um mega presente! Com 5 minutos de caminhada chegamos na Cachoeira Boca da Onça, com direito a banho em seus 3 metros de profundidade.

Cachoeira Boda da Onça

Cachoeira Boda da Onça

Caminhamos mais 20 minutos e encontramos a incrível Prainha Boca da Onça. Essa parada é ótima para relaxar, nadar e tomar aquele banho refrescante.

Lembrando que durante toda a trilha existem muitos degraus, totalizando quase 1000. Então nós aproveitamos o máximo das paradas para banho e descansar.

Prainha Boca da Onça
Prainha Boca da Onça

Parada para lanche na Boca da Onça

Com mais 5 minutinhos de caminhada chegamos no Quiosque. Um ponto estratégico para quem quer comprar um lanche, água, refrigerante. Nós levamos algumas frutas e barrinhas, então só aproveitamos a parada para fotografar o lugar e os macaquinhos fofos.

Natureza na Trilha da Boca da Onça
Macaco na Trilha da Boca da Onça

A próxima parada teve banho, o Poço da Lontra, com seus 2.5 mt de profundidade. Claro que entramos e estava uma delícia. Na sequência apenas prestigiamos a Cachoeira do Fantasma.

Depois chegamos no famoso e incrível Buraco do Macaco. Também para banho, com aproximadamente 4 mt de profundidade. Aqui nós cruzamos por debaixo de um paredão onde finalmente chegamos na cachoeira. Rola uma adrenalina, mas ao mesmo tempo dá um pavorzinho. Passeio cheio de surpresas!

Na Trilha da Boca da Onça
Na Trilha da Boca da Onça

Avançando conhecemos a Cascata do Jabuti e depois a Cachoeira da Anta. Nosso guia ainda complementou o passeio com duas passagens extras na Garganta da Arara e no Mirantezinho. Por último conhecemos a Piscina da Cutia.

Vale dizer que para quem não descer o rapel, como eu, terá que enfrentar aproximadamente 2000 mil degraus. Quem faz o rapel diminui ai pelo menos metade desse número.

Boca da Onça em Bonito é Puro Amor!
Amanda e Eloah

Almoço na Boca da Onça

Terminando a caminhada, voltamos para o receptivo e nos deliciamos com um incrível almoço preparado no fogão à lenha. A comida estava uma deliciosa, com gostinho de fazenda.

Cachoeiras da Boca da Onça
Cachoeiras da Boca da Onça

Informações para fazer o Rapel e Cachoeiras da Boca da Onça

Duração: dia todo
Preço: Trilha das Cachoeiras – R$ 238,00; Rapel – R$ 430,00; incluso almoço
Endereço: 59 km do centro de Bonito
O que levar: roupa de banho, água, protetor solar, repelente, tênis para trilha e uma troca de roupa e toalha.

– Encontre um hotel perfeito para sua viagem em Bonito
Passeios em Bonito - na Boca da Onça você conhece 10 cachoeiras, dentre delas a maior do Mato Grosso do Sul e faz o maior Rapel de plataforma do Brasil!
Salve esse Pinterest para consultar depois

Nossa hospedagem em Bonito foi uma cortesia do Hotel Pousada Águas de Bonito com apoio da Agência Águas de Turismo e as opiniões expressadas aqui são pessoais sobre nossa experiência vivida no local.

Eloah Cristina
Designer & Travel Blogger. Ama vídeo-game, tecnologia, fotografia, batatas e bacon. Formada em Design de Mídia Digital, Pós Graduada em Gestão de Projetos e MBA em Marketing. Abandonou a carreira nas agências de publicidade e hoje leva a vida entre sua verdadeira vocação e seu hobby.

Deixe uma resposta