Em abril de 2017 eu fiz esta receita de pão italiano com levain pela primeira vez. De lá pra cá, repeti a receita diversas vezes, meu levain foi ficando cada vez mais forte, e mais de dois anos depois resolvi colocá-la aqui no blog novamente.

A diferença do pão italiano daquela época pra hoje é imensa. Ele cresceu muito mais, os alvéolos ficaram mais bem formados e a casca super crocante.

Se você quiser criar o seu fermento natural, saiba que é simples de fazer, mas requer diversos cuidados e paciência para que dê certo.

O nosso post está bem detalhado e explica direitinho o que você precisa fazer para ter sucesso com a criação do seu fermento natural.

Para o pão italiano com levain fiz a hidratação do fermento natural cerca de 12h antes de começar a receita. Hidratei na proporção 1.1.1, isto é,  usei a mesma proporção de fermento adormecido, água e farinha.

Receita de pão italiano com Levain
Receita de pão italiano com Levain

O pão italiano com levain leva poucos ingredientes e o segredo é usar uma farinha de boa qualidade e um bom azeite extra virgem.

Eu prefiro sovar a massa do pão italiano na batedeira, pois já peguei o jeito desta receita. Porém sová-lo na mão, faz com que você sinta melhor a textura da massa e comece a entender o ponto certo que precisa chegar para fazer um pão italiano perfeito.

Receita de pão italiano com Levain
Receita de pão italiano com Levain

Caso você não tenha ou não queira fazer o seu fermento natural, você pode fazer esta receita com o fermento biológico seco. Você irá usar 10 g dele, e o tempo da segunda fermentação será de cerca de 2h ou até que a massa triplique de tamanho.

Veja também: Receita de Pão Italiano Sem Sova – Panelinha

Eu assei meu pão italiano dentro de uma panela de ferro, caso você não tenha, coloque uma forma com água fervente dentro do forno para criar vapor durante o processo. Isso ajudará a criar a casca crocante no pão.

Receita de pão italiano com Levain
Receita de pão italiano com Levain

Receita de Pão Italiano com Levain – Fermento Natural

Ingredientes

  • 450 g de farinha de trigo
  • 150 g de fermento natural – Levain (já hidratado – 1.1.1)
  • 230 ml de água (se o tempo estiver muito frio use morna)
  • 15 ml de azeite extra virgem
  • 8 g de sal

Modo de preparo

  1. No bowl da batedeira, misture a água, a farinha, o azeite e o fermento natural.
  2. Bata em velocidade média baixa por 5 minutos. Adicione o sal e bata por mais 10 minutos ou até que fique uma massa homogênea e elástica.
  3. Forme uma bola com a massa. Unte o bowl com um pouco de azeite e coloque a massa, untando a massa com um pouco de azeite. Cubra com filme plástico e deixe descansar por 1h.
  4. Passe a massa para a bancada enfarinhada e modele o pão. Eu fiz em formato de bola. Dobrando de fora para dentro.
  5. Coloque a massa em uma panela de ferro enfarinhada, com as dobras para baixo. Cubra com um pano e deixe fermentar de 4h a 6h ou até que triplique de tamanho. Caso você não tenha a panela, coloque em uma assadeira, também enfarinhada.
  6. No final da segunda fermentação, aqueça o forno a 230 ºC por pelo menos 20 minutos. Tampe a panela e asse por 25 minutos. Se for usar uma assadeira, borrife um pouco de água no forno, ou coloque outra forma um água fervente junto para criar umidade.
  7. Após os primeiros 25 minutos, retire a tampa da panela, diminua a temperatura para 200 ºC e asse por mais 20 minutos ou até dourar.

Compre para a sua cozinha

Colheres de Medida
Colheres de Medidas
Xícaras de Medida
Xícaras de Medidas
Espátula Multiuso
Espátula Multiuso


Receita de pão italiano com Levain
Receita de pão italiano com Levain

A Amanda é quem cria, fotografa e publica as receitas do blog. Gosta de todas as comidas e encara qualquer degustação de olhos fechados. O coração tá na cozinha, mas os pés sempre estão numa boa viagem.

10 Comments

  1. Márcia Regina Paggioli Rossi Reply

    Fiz o meu levain,vou testar com sua receita…rezando pro meu fermento prestar!!!!!

    • Olá Márcia. Fico feliz que fez seu levain do zero. Sugiro que você refresque seu fermento duas vezes antes de fazer este pão. Ele ficará mais forte para uma primeira empreitada. Para isso você vai pegar 50g da isca, alimentar com 100 ml de água filtrada, fervida e resfriada e 150 g de farinha de trigo. Vai separar 150g e guardar na geladeira em pote hermético. O restante vai deixar fermentar por umas 6h, depois deste tempo você vai alimentar novamente da mesma forma e deixar levedar por mais umas 6h. Os descartes você pode guardar, dar de presente ou até fazer mais de um pão para não desperdiçar tanta farinha, mas este processo vai deixar seu fermento pronto para um pão italiano que pede mais força. Espero que dê certo e vem me contar como foi.

      • Érika Akiyama Reply

        Vou fazer esse pão! Suas receitas são certeiras! Tenho uma dúvida: o descarte eu posso juntar com a madre na geladeira?

        • Oi Érika. Fico muito feliz que gosta das minhas receitas. =)
          Não pode juntar o descarte a madre, sei que dói, mas não pode mesmo. O descarte pode ser usado em algumas preparações como bolos, biscoitos, e muitas outras. Se você pesquisar vai encontrar diversas receitas para usá-lo.

  2. Olá, você não utiliza a técnica da autólise antes de adicionar o fermento? E a fermentação na geladeira já fez no pão italiano? Obrigado

  3. Sandra Moraes Reply

    Oi Amanda, boa tarde!
    Ontem fiz essa sua receita de pão italiano com Fermentação natural Levain.
    O fermento eu fiz a mesma receita, mas aprendi com a Ana Riccio, alimentando por 14 dias…
    Seguindo sua receita de pão, terminei a 1a fermentação as 10h30m de ontem, para começar a contagem das 4 ou 6h de crescimento. Acredita q não cresceu? Eu já tinha dado como perdido, meu marido deu uma aquecida rapida no forno, de 2 min. apenas, aí deixamos passar a noite lá dentro, prontos para dispensar essa massa logo pela manhã, mas acredita que aí cresceu? Triplicou de tamanho, me empolguei e coloquei pra assar. Nos tempos q vc indicou.
    Não tenho a panela de ferro, mas fiz na panela de vidro, ficou muito BOM! Agora acho q poderia ter crescido um pouquinho mais… mas foram 22h de Fermentação nesse crescimento, talvez se tivesse deixado 24h teria chegado num ponto perfeito.
    O sabor, ficou delicioso, o azedinho da fermento natural… não tem igual. E o melhor, não deu azia, ou seja, assou bem, nem cru e nem imatura a Fermentação.
    Obrigada por ter compartilhado sua experiência.
    Gostaria de te enviar a foto do meu “1° filho”, mas aqui não tem essa possibilidade.
    Obrigada Amanda.
    Vou tentar fazer novamente, mas agora já sabendo desses tempos e segurar a minha ansiedade.

    • Ah que incrível ❤️. As vezes acontece mesmo, a gente vai aprendendo conforme vai fazendo e cada vez fica melhor. Se vc tiver perfil aberto no Instagram, postar e me marcar eu consigo ver. Ou me mandar por Direct. ❤️

Write A Comment