fbpx
Cozinha

Tenha modos, por favor!

Com o passar dos séculos aconteceram muitas e grandes mudanças nos hábitos alimentares. Mudanças de todos os tipos. Desde a forma de cozinhar a carne até a convivência na mesa. Ainda bem, porque não é fácil acreditar, que já foi normal utilizar a toalha da mesa para limpar as mãos, as bocas e até assoar o nariz. ECA!

Lá na Antiguidade Clássica, os banquetes eram servidos com um número absurdo de pratos, com doces e salgados todos ao mesmo tempo em enormes e lotadas mesas de comida. Normalmente comiam cervos, javalis, cabritos, pavões e gansos.

A carne de boi ficou popular muito tempo depois. Elas eram cozidas por horas, depois assadas por horas, e ainda exageradamente regadas de molhos tão condimentados e grossos que não era possível distinguir os sabores da carne e do molho. Um detalhe é que eles as serviam inteiras, inteiras mesmo, com direito a patas e cabeças.

Tenha modos, por favor!
Foto: N Nattalli – Talheres Antigos – Shutterstock

As especiarias, hoje tão comuns, já foram raras e também distinção de classe social, afinal não eram nada baratas. Além disso, teve um tempo em que as usavam somente como remédio. As frutas e os legumes costumavam ser descartados pela corte e eram consumidos pelos pobres. Os coitados também ficavam com os tranchoir, que eram umas fatias grossas de pão duro que substituíam os pratos naquela época.

A classe alta tinha uma forma bem refinada à mesa, eles comiam com no máximo 3 dedos de uma mão. Jamais usavam as duas. Talheres ainda não existiam. Acho que eu não teria muita classe. Comeria as imensas coxas de peru com as duas mão e todos os dedos.

Ah e duas ou três pessoas dividiam as tigelas de sopa e as taças de vinho. Achei nojento. Fiquei imaginando aqueles homens enormes e barbudos babando dentro das taças. Nada contra os homens, ou as barbas, só sou contra as babas mesmo. URGH!

Foto: Africa Studio -  Mesa Posta - Shutterstock
Foto: Africa Studio – Mesa Posta – Shutterstock

As coisas começaram a melhorar mesmo depois do século XVIII. Quando o uso de garfos e facas foi adotado. E finalmente foi proibido assoar o nariz na toalha, nas mãos ou na manga da roupa. Ah, tenha modos por favor! Falar de boca cheia, remexer na comida com as mãos e palitar os dentes com a faca também foi incluído no que não se deveria fazer.

Depois surgiram as sobremesas somente após a refeição, aumentaram o número de talheres, e diminuíram a quantidade de pratos servidos.

Foto: Margouillat photo - Finger Food - Shutterstock
Foto: Margouillat photo – Finger Food – Shutterstock

Os hábitos se mantiveram assim por muito tempo. Com o entra e sai de número talheres, guardanapos, toalhas e jogos americanos. As mesas foram ficando cada vez mais bonitas e os pratos cada vez mais decorados. Até entrarmos na era dos menus degustação com meia dúzia de pratos caríssimos servidos em pequenas quantidades e um atrás do outro.

Hoje na moda são os finger food e a mini degustação. O que eu acho uma maneira bem elegante de voltar a comer com apenas três dedos de uma só mão. Fico feliz com as mudanças e espero que continue assim. Quem sabe como será daqui pra frente? Já estou curiosa e você?

Foto: Lopolo - Bebe comendo - Shutterstock
Foto: Lopolo – Bebe comendo – Shutterstock
Amanda Fernandes
Freelancer & Food Blogger. Apaixonada por fotografia, viagens, gatos e comida. Formada em Gestão Bancária, fez vários cursos na área de gastronomia, aumentando ainda mais sua fome. Ex-funcionária pública, deixou sua vida estável e ingressou ao mundo dos blogueiros e desenvolvimento de sites.

Deixe uma resposta



Booking.com