Chapada dos Guimarães

Vale do Rio Claro – Chapada dos Guimarães

O Vale do Rio Claro esta localizado dentro do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães no Mato Grosso.

Neste passeio nós conhecemos um dos cartões-postais da Chapada dos Guimarães, a famosa Crista de Galo.

Ela é uma belíssima formação rochosa com vista panorâmica de 360 graus para os paredões de arenito vermelho-alaranjado, marca registrada do destino.

Além disso, no Vale do Rio Claro é possível se refrescar no delicioso Poço das Antas e fazer uma divertida flutuação no Poço Verde .

Amanda no Vale do Rio Claro, localizado dentro da Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso.
Amanda Fernandes

Visita ao Vale do Rio Claro na Chapada dos Guimarães

Para visitar o Vale do Rio Claro é obrigatório estar acompanhando de um guia credenciado, de um veículo 4×4, bem como a assinatura de um termo de risco e do agendamento prévio no Parque, feito pelo próprio guia. Nós recomendamos o Alfredo (via Camila 65 99611.058) para este passeio.

Para aproveitar bem os dias no destino, nós indicamos combinar ele com a Cidade de Pedras, fazendo um na parte da manhã e outro durante a tarde. Em nosso roteiro de viagem na Chapada dos Guimarães nós combinamos os dois em um único dia e super valeu a pena.

Uma dica importante é fazer sua reserva com antecedência para não ter o risco de não conseguir conhecer o Vale do Rio Claro. Lá o limite é de apenas 48 visitantes por dia.

Famosos paredões da Chapada dos Guimarães - MT
Famosos paredões da Chapada dos Guimarães

No Vale do Rio Claro nós percorremos por 3 trilhas que nos levaram até a Crista de Galo, o Poço Verde e o Poço das Antas. Boa parte do percurso nós realizamos de carro e os pequenos trechos realizados a pé são bem tranquilos.

– Crista de Galo

Nossa primeira parada foi na Crista de Galo. São 50 metros de subida e para chegar até o topo, nós caminhamos cerca de 10 minutos em uma trilha de média inclinação.

Lá de cima é possível ter uma visão 360º da Chapada dos Guimarães e dos incríveis paredões da Cidade de Pedra.

Crista de Galo - Chapada dos Guimarães MT
Crista de Galo – Chapada dos Guimarães MT

– Poço das Antas no Vale do Rio Claro

Para chegar na segunda parada, o Poço das Antas, nós percorremos uma trilha fácil com apenas 300 metros de extensão. O poço é uma parada incrível para se refrescar, com nascentes de águas cristalinas, recheada de peixinhos.

– Poço Verde no Vale do Rio Claro

Por último, fizemos uma descida de rio muito parecida com as flutuações de Nobres. No final do trajeto, nadamos um pouco. O Poço Verde é mais fundo e maior que o anterior.

Poço Verde no Vale do Rio Claro - Chapada dos Guimarães MT
Poço Verde

Dicas rápidas e importantes sobre o Vale do Rio Claro

  • A entrada no Vale do Rio Claro é gratuita
  • A trilha tem 2 km e seu nível é fácil
  • Para visitar o Vale do Rio Claro é obrigatório a contratação de um guia credenciado com carro 4×4
  • Nós recomendamos o guia Alfredo (via Camila 65 99611.058) para este passeio
  • Recomendamos o uso de protetor solar, repelente, boné e óculos de sol
  • Use roupas leves e para banho
  • Leve bastante água e lanchinhos
  • Para quem usa óculos de grau, neste dia, recomendamos o uso de lentes de contato
No Vale do Rio Claro é possível conhecer um dos cartões-postais da Chapada dos Guimarães, a Crista de Galo, além do Poço das Antas e do Poço Verde .
Salve esse Pinterest para consultar depois

Dicas de hospedagem na Chapada dos Guimarães

A Casa de Gabriel (diárias a partir de R$ 140) foi a nossa escolha da primeira viagem. É uma casa domiciliar, então você pode ou não cruzar com sua guest-house durante a estadia. As acomodações são simples, mas vale muito o custo-benefício.

A Mandala Guest House (diárias a partir de R$ 220) é uma opção de hospedagem domiciliar, com café da manhã incluso e próxima do centro histórico da Chapada dos Guimarães.

A Pousada das Orquídeas (diárias a partir de R$ 250) fica um pouco distante do centro da Chapada dos Guimarães, mas tem piscina, jardim, rede de descanso e suas instalações são bem elogiadas.

A Vento Sul Pousada (diárias a partir de R$ 280) foi a nossa escolha da segunda viagem. Ela fica próxima do centro histórico (1,4km), aceita pets, tem piscina e quartos com varanda térrea e rede para descanso. Nós adoramos e super valeu o custo-benefício.

A Bosque São Francisco (diárias a partir de R$ 300) é uma hospedagem no estilo Bed and Breakfast, ou seja, é uma casa que oferece um quarto com café da manhã. Este tipo de acomodação vale muito apena e costuma ser muito acolhedor.



Booking.com

Eloah Cristina
Designer & Travel Blogger. Ama vídeo-game, tecnologia, fotografia, batatas e bacon. Formada em Design de Mídia Digital, Pós Graduada em Gestão de Projetos e MBA em Marketing. Abandonou a carreira nas agências de publicidade e hoje leva a vida entre sua verdadeira vocação e seu hobby.

Deixe uma resposta