fbpx
Cozinha

Viagem para enófilos – Os melhores tintos do mundo

Viagem para enófilos
Viagem para enófilos – Os melhores tintos do mundo

Há aproximadamente 6 mil anos o vinho acompanha a humanidade. Todos os anos são produzidos cerca 26 bilhões de garrafas no mundo. Seria impossível conhecer todas as castas, mas existem aquelas que são destaques e são encontradas em lugares incríveis da Terra.

Há uma infinidade de uvas tintas, cada uma delas com sabor, cor e aromas diferentes. Os apaixonados por vinhos que estão em busca de bons passeios para apreciar o que há de melhor em vinho tinto no mundo, podem seguir nossas dicas e usá-las como inspiração para 2015.

Viagem para enófilos – Os melhores tintos do mundo

1. Cabernet Sauvignon

É conhecida como a “Rainha das uvas tintas”. Ela surgiu na França, na região de Bordeaux, mas com o tempo se adaptou em outras regiões e hoje é cultivada em outros países como no Chile, nos Estados Unidos. Ela gera um vinho de cor escura, macio, tânico, com aromas de ameixas pretas, amoras, hortelã e outros.

Viagem para enófilos - Os melhores tintos do mundo
Shutterstock

2. PinotNoir

Essa uva é originária de Borgonha, na França, uma das regiões mais famosas do País pela produção de vinhos. O passeio pelos vinhedos pode ser feito de carro ou bicicleta, mas esteja preparado porque são longas estradas repletas de plantações. Os aromas mais comuns são frutas vermelhas, como morango e cereja, e dependendo da concentração até cogumelo. Apesar de não ser uma uva leve, o vinho possui uma cor leve e é mais translúcido. A fruta também é utilizada na produção dos champanhes mais famosos do mundo.

Viagem para enófilos - Os melhores tintos do mundo
Shutterstock

3. Syrah

Também conhecida como Shiraz. É uma uva bastante antiga sem comprovação de origem, alguns acreditam que ela veio da região do atual Irã, outros que ela surgiu na França. Os principais aromas a serem encontrados num vinho Syrah são: cerejas pretas, amoras, pimenta preta, gengibre. A fruta produz vinhos densos e de cor escura. Ela tem destaque na Austrália,pois adaptou-se bem na região e ficou muito famosa. A terra dos cangurus é a sétima maior produtora de vinhos do mundo e a quarta maior exportadora. O reconhecimento se deve pela qualidade de suas bebidas. Vale conferir!

4. Merlot

É uma uva que produz vinhos incríveis, inclusive um dos mais famosos do mundo, o Petrus. Produz uma bebida macia, pouca ácida, com aroma de ameixas, amoras, uvas passas, chocolate. Originada em Bordeaux, na França, possui grande produção de vinhos na região, mas é encontrada em outros lugares do mundo. Os vinhos produzidos no Chile com a mesma uva possuem um sabor mais frutado, porque eles tardam a colheita da fruta para que ela atinja maior concentração de açúcar.

5. Cabernet Franc

A principal característica é um aroma e sabor com um toque vegetal muito forte. Ela chegou ao Rio Grande do Sul por volta de 1900 e tornou-se a base dos vinhos finos tintos brasileiros nas décadas de 1970 e 1980. Adapta-se bem às condições da Serra Gaúcha e é bastante produtiva. Produz um vinho encorpado e com coloração mais intensa.

Viagem para enófilos - Os melhores tintos do mundo
Shutterstock

6. Malbec

Teve sua origem na França, no entanto, é a mais famosa uva da Argentina porque foi lá que ela mais evoluiu.Adaptou-se bem às condições das regiões argentinas, principalmente em Mendoza. É uma uva com casca grossa, por isso sobrevive às altas temperaturas. Produz um vinho encorpado, com muita cor, macio, e tânico. É uma excelente combinação com carnes. Mendoza, cidade localizada no oeste da Argentina, representa 70% do vinhedo argentino e nos “caminhos do vinho” é possível conhecer a produção além da degustação de diversos vinhos.

Viagem para enófilos - Os melhores tintos do mundo
Shutterstock

7. Carmenere

Originada na França, foi extinta por uma praga e encontrada anos depois, nos anos de 1990, no Chile. Exclusiva do Chile, é a uva ícone do país. É macia, encorpada, com aroma de frutas negras e especiarias. Possui cor vermelha lilás e é fácil de ser encontrada no Chile e o país oferece um roteiro de vinhos incrível, é possível passar um dia conhecendo bodegas.

8. Tempranillo

Difundida no mundo todo, mas originária da Espanha, essa uva um vinho de cor intensa, mas geralmente com pouca acidez. Principais aromas são de frutas vermelhas, especiarias e tabaco. Essa fruta é produzida em vários lugares do mundo, inclusive no Brasil, mas seria incrível conhecer o país onde ela nasceu. As principais Rotas do Vinho da Espanha são Ribera Del Duero, Rioja Alta, Condado de Huelva, Ycoden-Daute-Isora, Alicante e Ribera Del Guadiana.

9. Tannat

Bastante tânica, combina com carnes. É famosa no Uruguai, porém é originária da região Basca, na França. Possui uma coloração intensa, é ácido e os principais aromas são frutas vermelhas, caramelo e especiarias. O vinho é produzido em quase todo o Uruguai, mas os principais pólos produtores no país são Montevidéu, Canelones, Maldonado (Punta Del Este) e Colônia.

Viagem para enófilos - Os melhores tintos do mundo
Shutterstock

10. Carignan

Com um toque balsâmico é utilizada, normalmente, para mesclar com outras uvas, mas é uma uva interessante. Originária da Espanha possui a casca grossa e produz vinhos de cor escura, com alto teor alcoólico. É cultivada em alguns lugares do mundo, principalmente no sul da Itália. No País há excelentes Rotas de Vinho.

Pronto para escolher o seu destino em 2015? Rotas de Vinho e muita sofisticação não faltam, então, planeje a sua viagem com passeios diferentes para cada dia e saiba onde estão localizadas as melhores produções de vinho. E lembre-se de garantir o seu seguro viagem para manter a tranquilidade do seu passeio caso haja algum imprevisto. Saiba quais as suas necessidades, contrate o segure, arrume as malas e pé na estrada!

Viagem para enófilos – Os melhores tintos do mundo

Viagem para enófilos

Amanda Fernandes
Freelancer & Food Blogger. Apaixonada por fotografia, viagens, gatos e comida. Formada em Gestão Bancária, fez vários cursos na área de gastronomia, aumentando ainda mais sua fome. Ex-funcionária pública, deixou sua vida estável e ingressou ao mundo dos blogueiros e desenvolvimento de sites.

Deixe uma resposta

e-book Receitas de Festa Junina - Marola com Carambola