Quando se fala em uma viagem para a Europa, os destinos comuns dos brasileiros incluem Itália, Alemanha, Espanha, Suíça, Portugal e França.

Apesar de ser raro alguém planejar uma aventura em Malta, este destino vem ficando cada vez mais conhecido pelo público.

Mais do que um país para intercâmbio e oportunidades de trabalho, Malta é um verdadeiro paraíso em meio ao mediterrâneo. Neste artigo, explore quais atrações você pode encontrar por lá para incluir no seu roteiro de viagem!

O que fazer em Malta: atrações do belíssimo arquipélago mediterrâneo
O que fazer em Malta / Foto: Shutterstock

Antes de tudo: onde fica Malta e por que visitar?

Malta é um arquipélago europeu que fica localizado na região central do mar mediterrâneo – próximo da ilha de Sicília. Para simplificar ainda mais a localização, Malta está ao norte da África e ao sul da Itália – sendo considerada como um dos menores e mais seguros países de toda a Europa.

Por estar localizada estrategicamente em meio ao mar mediterrâneo, a região já foi dominada por povos antigos interessantes, como: fenícios, árabes e romanos. Por isso, não é de se admirar que, além de paisagens de tirar o fôlego, o arquipélago seja rico em detalhes culturais e monumentos históricos.

Há alguns anos, o destino vem ficando bastante conhecido por quem procura possibilidades de intercâmbio mais acessíveis, com a oportunidade de visitar um destino inusitado enquanto se estuda ou trabalha. Mas, mesmo que seja somente como turista, é um arquipélago para o qual vale a pena ir!

Atividades e atrações para que sua viagem à Malta seja inesquecível

Apesar de ainda raramente explorada por quem vai exclusivamente à turismo, a verdade é que há um mundo de atrações imperdíveis e lindíssimas para brasileiros que viajam para Malta. Confira o que fazer em Malta nos tópicos a seguir.

Visitar a paradisíaca Blue Lagoon

O que fazer em Malta: atrações do belíssimo arquipélago mediterrâneo
O que fazer em Malta – Blue Lagoon / Foto: Shutterstock

Adora aquelas águas extremamente azuis e cristalinas? Então a Blue Lagoon, atração mais famosa de Malta, não poderia ficar de fora da sua lista de viagem. A popular Lagoa Azul é uma pequena baía que fica localizada em Comino, ilha próxima de Malta. Para chegar até a atração turística mais badalada, você terá que pegar um barco.

Além de ser muito atrativa por sua beleza, a Blue Lagoon pode ser atravessada até nadando, já que sua profundidade é bem rasa. A visita nos meses quentes (de verão) pode ser acompanhada de multidões, mas é o período mais recomendado para entrar na água – que costuma ser bem gelada. Definitivamente, essa visita não pode faltar em sua viagem para o incrível arquipélago mediterrâneo.

Conhecer a tradicional ilha de Gozo

O que fazer em Malta: atrações do belíssimo arquipélago mediterrâneo
O que fazer em Malta – Ilha de Gozo / Foto: Shutterstock

Dentre as três maiores ilhas que formam Malta, Gozo é a segunda maior delas – e você não pode deixar de conhecê-la. Menos habitada que Malta, Gozo reserva praias bonitas, cavernas e locais históricos, mas com uma atmosfera um pouco mais rural e tradicional.

Estando lá, vale a pena conferir a bela paisagem do desfiladeiro Wied il-Ghasri e as incríveis salinas de Marsalforn. A visita também é recomendada para a tradicional Victoria e o Templo Ggantija (patrimônio de Malta).

Embora sejam bastante atrações, é possível fazer a visita em só um dia. Mas para quem gosta do clima tradicional de Gozo, certamente vale a pena reservar um tempinho a mais para a visita.

Ainda, para quem adora histórias épicas e mitológicas, é válido conhecer a Caverna de Calipso. Além de proporcionar uma paisagem belíssima da região, acredita-se que a Caverna foi o local de encontro entre Ulisses e Calipso (a sedutora ninfa do mar).

Se perder em meio a ruelas charmosas de La Valletta e conhecer as Three Cities

O que fazer em Malta: atrações do belíssimo arquipélago mediterrâneo
O que fazer em Malta – La Valletta / Foto: Shutterstock

A capital de Malta, Valletta, é uma das principais indicações de passeio na ilha – sem sombra de dúvidas. Como seu centro histórico é considerado como Patrimônio Mundial da UNESCO, há diversos museus, elementos arquitetônicos, fortificações e atrações pra lá de culturais para desbravar. Há quem diga que a capital é até um museu à céu aberto!

Para quem gosta de história, uma dica é visitar o palácio do governo e o das armaduras. Eles são conhecidos como “The Palace State Rooms” e “The Palace Armoury”, respectivamente. A Catedral de St. John, que foi construída por verdadeiros cavaleiros, também é uma visita e tanto!

A partir do centro histórico, também é possível emendar passeios e conhecer as Three Cities – Cospicua, Senglea e Vittoriosa. Basicamente, é só atravessar com o ferry e garantir uma visita charmosa em meio às ruelas tradicionais e silenciosas. Uma imersão cultural incrível!

Desbravar os históricos templos de Mnajdra e Hagar Qim

O que fazer em Malta: atrações do belíssimo arquipélago mediterrâneo
O que fazer em Malta – Hagar Qim / Foto: Shutterstock

À sudoeste da ilha de Malta, estão escondidos dois patrimônios históricos da humanidade, que remontam épocas antes de Cristo. Relatos históricos indicam que eles tenham sido construídos, inclusive, antes mesmos das imponentes pirâmides do Egito.

A visita soma a bela vista para o Mediterrâneo à riqueza histórica e cultural. Por isso, certamente vale a pena incluir a ida aos templos Mnajdra e Hagar Qim em sua lista.

Garantir a diversão máxima em um cassino

Atualmente, no Brasil, só é possível se divertir em cassinos online – já que casas de jogos de azar estão proibidas. Então, por que não aproveitar a visita à Malta para viver uma aventura única em um cassino?

A ilha é conhecida no mundo todo por seus atrativos cassinos. Na maioria deles, além do espaço para se divertir com máquinas e mesas de jogos, incríveis restaurantes também estão incluídos. Definitivamente, é uma oportunidade e tanto para viver uma experiência gastronômica e turística diferenciada – com muita diversão. Que tal explorar?

Adoramos compartilhar todas as nossas experiências, seja na cozinha ou Brasil afora. A Amanda é a apaixonada por comida e a Eloah é quem nos coloca no meio de trilhas e aventuras durante nossas viagens.

Escreva um comentário