Viagem

Dicas para sua próxima viagem para Europa no inverno

Quer fazer uma viagem para Europa no inverno, mas não sabe quais destinos escolher, o que levar na bagagem e nem como planejar o roteiro?

Neste post vamos te dar várias dicas pra sua viagem ser perfeita.

Vamos te contar as varias razões pra você fazer esta viagem durante o inverno, quais são os melhores destinos europeus e quais os motivos que achamos que você deve visitá-los na época mais fria do ano.

Também vamos contar o que você deve levar na sua viagem, dicas para te ajudar a deixá-la ainda mais bacana e também a importância do seguro viagem.

Confira estas dicas que lhe ajudarão na sua próxima viagem para Europa.

Dicas para sua próxima viagem para Europa no inverno
Foto: Shutterstock

Razões para viajar à Europa durante o inverno

É mais econômico

Em comparação às estações de primavera e verão, os preços das passagens aéreas e das hospedagens costumam cair bastante no período invernal, a exceção das semanas do Natal e do Réveillon.

Adicionalmente, os custos das passagens de trem e avião entre países e cidades também baixam. Isto alivia seu bolso e lhe permite adicionar mais destinos ao seu roteiro sem alterar sua economia.

Há menor quantidade de turistas

Para o turismo, o inverno é considerado como temporada baixa, pois o período de férias mais importante na Europa vai de junho a setembro. Por este motivo as filas em atrações, sítios históricos e a quantidade de turistas visitando as cidades no inverno são bem menores que em outras estações.

As paisagens são maravilhosas

O inverno modifica as cidades, em especial em aquelas onde a neve enfeita os telhados e os grandes parques. Prepare sua câmera fotográfica para paisagens que ficarão na sua memória por sempre.

Dicas para sua próxima viagem para Europa no inverno - Frankfurt - Alemanha
Frankfurt, Alemanha – Foto: Shutterstock

Os preparativos para o Natal e o Ano Novo

Outro motivo para fazer uma viagem para Europa no inverno é que nesse continente é costume organizar feiras ao ar livre onde se vendem diversos produtos para decorar as casas.

E, para completar o clima de festa, as cidades, ruas, pontes e praças se iluminam com figuras de Papai Noel, árvores e outros motivos natalinos.

É a temporada de esportes de aventura

Para quem gosta de fazer atividades esportivas ou quer experimentar pela primeira vez, o inverno é ideal para praticar esqui ou snowboard.

Uma dica muito importante: se decidir fazer esportes de aventura, não se esqueça do seu seguro de viagem para atividades de risco.

Dicas para sua próxima viagem para Europa no inverno - Granada - Espanha
Granada, Espanha – Foto: Shutterstock

Melhores destinos de Europa no inverno

Espanha

Madri encanta durante o ano inteiro com suas atrações e monumentos históricos, mas se quiser fugir um pouco do frio, o melhor é visitar a região de Andaluzia. Granada, Málaga, Sevilha e o roteiro dos Pueblos Blancos serão com certeza uma excelente opção dentro do roteiro. Barcelona e Valencia também oferecem temperaturas amenas e dias ensolarados de céu azul.

Escandinávia

Viaja com crianças? Então vale a pena visitar este país onde encontrarão a casa do Papai Noel, na cidade de Rovaniemi. Poderá fazer bonecos de neve, andar de trenó e comer muito chocolate. Aqui, assim como na Noruega e a Finlândia, é possível observar a aurora boreal, um espetáculo natural no qual o céu se enche de luzes e cores brilhantes. Uma delícia para os olhos!

Dicas para sua próxima viagem para Europa no inverno - Salzkammergut - Austria
Salzkammergut, Áustria – Foto: Shutterstock

Austria

Se sua ideia é fazer esportes de inverno, aqui você poderá desfrutar do esqui e se encantar fazendo patinação no gelo ao ar livre nos diversos lagos congelados do país. As estações de esqui mais recomendadas são Nordkette e Stubai Glacier, em Innsbruck.

Polônia

O país de nascimento do Papa João Paulo II e do pianista Frédéric Chopin é uma escolha certa para quem gosta do turismo histórico. Cidades velhas, castelos, igrejas, palácios e monumentos para visitar fazem parte do roteiro. O melhor é que no inverno as filas são muito mais curtas que durante o verão, permitindo aproveitar melhor o tempo.

Itália

Assim como acontece com a Espanha, este país é um destino ideal para quem não quer passar muito frio, pois Roma costuma ser bastante quente durante o inverno, porém um pouco chuvosa. Outra opção é visitar Florença, Nápoles, Milão, Veneza e Pompeia longe das multidões e das filas. Se preferir esquiar, visite a região das Dolomitas, nos Alpes.

Dicas para sua próxima viagem para Europa no inverno - Noruega
Noruega – Foto: Shutterstock

Dicas para sua viajar à Europa no inverno

Pegue lápis e papel, e anote estas dicas de viagem para Europa no inverno:

  • Pratique inglês – é a melhor opção para se comunicar dentro da Europa. Embora em alguns países não seja a língua oficial, é muito mais simples se comunicar nesse idioma do que tentar falar italiano, polonês ou francês.
  • Confira os horários dos trens e ônibus – durante a temporada de inverno a maioria das linhas de trem e ônibus estabelecem horários diferentes de funcionamento.
  • Verifique o clima – antes de sair, dê uma olhada na previsão do tempo para saber se tem probabilidade de chuvas intensas ou neve. Isto é fundamental, pois se o clima estiver ruim, você pode adequar o seu dia com atividades que possam ser feitas em ambientes fechados.
  • Leve euros – na maioria dos países da Europa essa é a moeda oficial. E, onde tem outras moedas como na Inglaterra, na República Tcheca ou na Polônia, é mais fácil trocar euros do que reais.
  • Viaje de trem – para se deslocar entre cidades, a melhor opção é ir de trem durante a noite. Além da rapidez, você economizará uma diária de hotel.
  • Preste atenção se alugar um carro – verifique se poderá dirigir em climas extremos ou com estradas escorregadias. Também se certifique que os pneus funcionem corretamente e que o carro esteja adaptado para andar nas ruas com neve.
  • Atente-se aos encargos por calefação – alguns hotéis cobram taxas extras por calefação. Antes de ligar o aquecedor, consulte o preço para não ter surpresas no fim da estadia.
  • Escolha hospedagens perto de estações de metrô – além de prático e menos perigoso, chegar ao hotel rapidamente sem passar frio nem estar baixo da chuva é sempre uma boa ideia.
Dicas para sua próxima viagem para Europa no inverno - Viaduto de Glenfinnan - Escócia
Viaduto de Glenfinnan – Escócia – Foto: Shutterstock

O que levar para a Europa no inverno?

No continente europeu, na maioria das cidades o inverno é muito frio, e inclusive chega a nevar. É preciso dedicar um tempo para pensar o que levar para não congelar durante os passeios. Confira o que não pode faltar na sua mala:

  • Calças grossas
  • Casacos
  • Cachecol
  • Gorro
  • Luvas
  • Malhas tipo “segunda-pele” de preferência térmicas
  • Botas de chuva
  • Coletes
  • Suéteres
  • Guarda-chuvas ou capa de chuva (verifique se pode despachar na mala)
  • Meias de inverno térmicas para colocar por baixo das calças
  • Tênis e sapatos confortáveis
Dicas para sua próxima viagem para Europa no inverno - Dolomitas - Itália
Dolomitas – Itália – Foto: Shutterstock

Estes são os itens básicos que você não pode se esquecer de colocar dentro da sua bagagem. Mas, de qualquer jeito, também é bom que você leve em consideração que uma ótima ideia é deixar algumas roupas para comprar nas lojas europeias.

Além de encontrar bons preços e peças adequadas para o clima de frio intenso, você evitará pagar excesso de bagagem ou carregar muitas coisas daqui para lá durante a viagem.

Uma ótima dica é levar roupas de cores neutras, para poder combiná-las entre si e obter diferentes looks cada dia.

Por último, leve algumas peças mais leves. Tenha em conta que em certas regiões, cidades e países, o frio não é tão radical e que nos transportes públicos a calefação costuma estar ligada.

Dicas para sua próxima viagem para Europa no inverno - Aurora Boreal - Noruega
Aurora Boreal – Noruega – Foto: Shutterstock

Seguro de viagem para Europa: indispensável

Ao fazer uma viagem para Europa no inverno e em qualquer momento do ano, é fundamental que você saiba que em alguns países desse continente, viajar com uma cobertura de saúde é um requerimento obrigatório.

Este é o caso dos estados assinantes ao Tratado de Schengen, um acordo entre países que estipula a livre circulação de pessoas e bens, regulamentando o ingresso e permanência dentro dos territórios.

Os estados que integram o espaço Schengen são: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Países baixos, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Checa, Suécia e Suíça.

Dicas para sua próxima viagem para Europa no inverno - Rovaniemi - Finlandia
Rovaniemi – Finlândia – Foto: Shutterstock

O acordo estabelece que todos os estrangeiros que pretendam ingressar ao território Schengen devem obrigatoriamente contar com um seguro de viagem para Europa com uma cobertura mínima de EUR 30.000, ou seu equivalente em dólares.

Independentemente da duração da estadia ou do motivo da viagem, seja por turismo, trabalho, estudo, intercâmbio ou visita a amigos ou familiares, estes países exigem aos estrangeiros a apresentação do seguro de viagem.

Dicas para sua próxima viagem para Europa no inverno - Salzburgo - Áustria
Salzburgo, Áustria – Foto: Shutterstock

Aliás, contar com uma cobertura de saúde é fundamental, pois, além de existir a possibilidade de que seu ingresso ao continente seja barrado, o atendimento médico na Europa não é gratuito e as despesas por consultas e procedimentos simples podem ser muito altas.

O seguro de viagem cobre urgências e emergências médicas e odontológicas, despesas farmacêuticas, repatriação sanitária, hospedagem após alta hospitalar e traslados sanitários. Assim como os reembolsos por cancelamento ou atraso dos voos por motivos de força maior, assistência judicial e pagamento antecipado de fiança.

Publipost

Amanda Fernandes
Freelancer & Food Blogger. Apaixonada por fotografia, viagens, gatos e comida. Formada em Gestão Bancária, fez vários cursos na área de gastronomia, aumentando ainda mais sua fome. Ex-funcionária pública, deixou sua vida estável e ingressou ao mundo dos blogueiros e desenvolvimento de sites.

Deixe uma resposta

e-book Receitas de Festa Junina - Marola com Carambola