Chapada dos Veadeiros – Tudo o que você precisa saber antes de ir

2

Nossa viagem para Chapada dos Veadeiros foi uma das mais incríveis que fizemos e para que ela fosse perfeita, foi necessário um pouco de planejamento.

A primeira coisa que precisamos saber é que a Chapada dos Veadeiros fica em Goiás há 230 km de Brasília. E que a região da chapada esta nos municípios de Alto Paraíso, São Jorge, São João d’Aliança, Colinas do Sul e Cavalcante.

O mais comum é pegar um voo até Brasília e ficar hospedado nas bases Alto Paraíso, São Jorge e Cavalcante.

Sabendo isso, você já pode se preparar, anotar todas as dicas abaixo, e ir sentir as boas energias e a natureza da Chapada dos Veadeiros.

Mirante Nova Aurora em Cavalcante
Mirante Nova Aurora em Cavalcante

Chapada dos Veadeiros

Dica 1 – Calçados ideias para Chapada dos Veadeiros

Na Chapada dos Veadeiros se anda muito, e a maioria das trilhas são feitas em terrenos bem acidentados no meio da natureza, com pedras, terra, areia, plantas e água. Por isso indicamos que você vá SEMPRE de tênis.

E precisa ser um bom tênis, que não escorregue. Dê preferência aqueles tênis ou botas de trekking, eles te darão uma segurança muito maior nas caminhadas.

Ah e use meias mais altas para não machucar e nem criar bolhas desnecessárias!

Cachoeira Almécegas (I e II) e São Bento

Chapada dos Veadeiros - Trilha da Cachoeira Almécegas
Trilha da Cachoeira Almécegas

Dica 2 – Roupas certas para Chapada dos Veadeiros

Dê preferência a roupas leves e que sequem rápido. As camisetas Dry Fit são excelentes para trilhas. Elas secam super rápido, são leves e ocupam pouco espaço na mala.

Além das camisetas, use calças leves, como leggins e tactel. Eu prefiro sempre fazer as trilhas de calça, pois como estamos no meio do mato, sempre tem capim navalha, galhos, insetos e aracnídeos. É sempre mais seguro.

Vale da Lua – Cartão Postal da Chapada dos Veadeiros

Vale da Lua – Cartão Postal da Chapada dos Veadeiros
Vale da Lua – Cartão Postal da Chapada dos Veadeiros

Dica 3 – Protetor solar não pode faltar na Chapada dos Veadeiros

O sol da Chapada dos Veadeiros é muito forte. Nós fomos no verão, usamos protetor 60 e mesmo assim saímos bem queimadas das trilhas.

Usar protetor solar é imprescindível! O melhor mesmo é ir atrás de um biodegradável, assim você protege sua pele e não agride a natureza, mas não deixe de usar se você não encontrar um na sua cidade.

Catarata dos Couros

Catarata dos Couros – Cachoeiras com quedas de 100 metros de altura!
Catarata dos Couros – Cachoeiras com quedas de 100 metros de altura!

Dica 4 – Repelente é importante na Chapada dos Veadeiros

São muitos mosquitos e para quem tem a pele sensível ou é alérgico a picadas (como eu), o repelente é importantíssimo.

Você pode usar um repelente de longa duração, já que a maioria das atrações da Chapada dos Veadeiros tem cachoeiras e o repelente comum sai na água.

Lá nas lojinhas da cidade você também encontra repelentes naturais, feitos a base de citronela. O que não prejudica o meio ambiente e você pode usar sem medo.

Cachoeira da Raizama e o Cânion do Rio São Miguel

Trilha Cachoeira da Raizama e o Cânion do Rio São Miguel
Trilha Cachoeira da Raizama e o Cânion do Rio São Miguel

Dica 5 – Mochila certa para a Chapada dos Veadeiros

É muito importante ter uma mochila leve e confortável para fazer as trilhas. Nela você vai levar água, lanche, toalha, protetor, repelente e câmera fotográfica.

A mochila te deixa com as mãos livres para te ajudar nas trilhas, principalmente nas subidas e descidas. Evite bolsas laterais, com o tempo de caminhada, você vai ficar desconfortável.

Cachoeira dos Cristais

Trilha Cachoeira dos Cristais
Trilha Cachoeira dos Cristais

Dica 6 – Kit Trilha e Lanches para Chapada dos Veadeiros

Para aproveitar melhor o dia na Chapada dos Veadeiros sugerimos que almocem mais tarde, lá pelas 16h, e levem alguma coisa para comer durante a trilha.

Frutas, frutas secas, castanhas, biscoitos, lanchinhos de pão de forma e água. Bastante água. Leve pelo menos 1 litro de água.

Algumas pousadas até fazem kit trilhas para os hospedes, com lanche, água, suco e fruta, e cobram cerca de R$ 10.

Outra opção é ir no mercadinho ou em uma padaria. Certamente o lanchinho vai sair mais em conta e você pode montar o kit com as coisas que gosta.

Cachoeira Santa Bárbara – O cartão postal da Chapada dos Veadeiros

Cachoeira Santa Bárbara
Cachoeira Santa Bárbara

Dica 7 – Dinheiro na Chapada dos Veadeiros

A maioria dos lugares aceita cartão, mas normalmente para entrar nas atrações turísticas e o pagamento dos guias, são feitos apenas em dinheiro.

Cada passeio cobra em média R$ 20 por pessoa e os guias R$ 150 por grupo de até 6 pessoas.

Em alguns passeios, existe pequenos restaurantes que servem almoço e eles também só aceitam dinheiro. Então é bom estar preparado para estas ocasiões.

Em Alto Paraíso tem um banco Itaú, um Banco do Brasil e uma casa lotérica. Não vimos outros bancos nem caixas eletrônicos por lá. E na Vila de São Jorge não existe este serviço.

Cachoeira Poço Encantado

Vista da Lanchonete do Poço Encantado
Vista da Lanchonete do Poço Encantado

Dica 8 – Internet e telefone na Chapada dos Veadeiros

Na Chapada dos Veadeiros não tem sinal de internet. E o sinal de telefonia que melhor pega por lá é da Vivo, mas somente em alguns pontos da cidade.

A dica é relaxar e deixar pra entrar na internet só na pousada, que normalmente tem wi-fi.

Onde ficar na Chapada dos Veadeiros

Cachoeira dos Cristais – Chapada dos Veadeiros
Cachoeira dos Cristais

Dica 9 – Carro e Postos de Gasolina na Chapada dos Veadeiros

Lá na Chapada se percorre muitos quilômetros entre um passeio e outro, entre uma cidade e outra. Nós optamos por alugar um carro em Brasília, mas sempre tem a opção de carona ou aluguel de bike.

No caso do pessoal que resolver alugar um carro, assim como nós fizemos, fique atento ao tanque. Em Alto Paraíso tem um posto de gasolina e só. São Jorge fica a mais ou menos 50 km de Alto Paraíso e Cavalcante uns 90 km.

Então, sempre que tiver a oportunidade, encha o tanque!

O que fazer na Chapada dos Veadeiros – Catarata dos Couros
Catarata dos Couros

Dica 10 – Hospedagem na Chapada dos Veadeiros

Alto Paraíso, São Jorge e Cavalcante são onde ficam as principais atrações da Chapada dos Veadeiros.

E são nestas cidades que nós sugerimos que você se hospede. O ideal é verificar quais os passeios que você quer fazer, e distribuir as hospedagens de acordo com seu roteiro.

Se você escolher ficar somente em um lugar, nós sugerimos Alto Paraíso. Isto porque é a cidade com mais estrutura da região. Lá a maioria das pousadas não oferecem café da manhã, mas tem algumas padarias onde você pode tranquilamente fazer um lanche antes de começar as trilhas.

Uma outra sugestão é ficar hospedado longe da avenida principal. Apesar de ser uma excelente localização, é nela que se concentram a maioria dos bares e restaurantes, e isto faz com que as noites fiquem barulhentas.

Pousadas em Alto Paraíso ou São Jorge

Chapada dos Veadeiros - Pousadas em Alto Paraíso - Woodstock guesthouse
Foto © Woodstock guesthouse

Dica 11 – Guias de Turismo na Chapada dos Veadeiros

Na Chapada dos Veadeiros muitos passeios não precisam de guia, mas nós aconselhamos SEMPRE verificar o nível de dificuldade da trilha antes de ir.

Caso ela seja classificada como média ou difícil, contrate um guia. É muito mais seguro, você aproveita melhor o passeio e ainda aprende muita coisa sobre o local visitado. Eles ficam no CAT das cidades e é bem fácil conseguir um.

Eles cobram R$ 150 por grupo de até 6 pessoas por dia. Então faça amizades e tente juntar um grupinho na sua pousada. Fica mais barato pra todo mundo.

Uma outra dica que damos é “adote um guia” para sua viagem. Nós indicamos o Rafael Bastos (62-99959-2355). Ele é muito prestativo, atencioso e sabe muito da história local.

Damos esta sugestão para que você tenha uma ótima experiência na Chapada dos Veadeiros. Nada pior que pegar um guia ruim e preguiçoso, que acaba deixando o passeio chato.

Onde ficar na Chapada dos Veadeiros

O que fazer na Chapada dos Veadeiros – Cachoeira Almécegas I
Cachoeira Almécegas I

Dica 12 – Classificação das Trilhas na Chapada dos Veadeiros

As trilhas são classificadas como fácil, médio e difícil. E o grau de dificuldade é calculado de acordo com alguns fatores como distância e terreno.

Então pense o seguinte: Uma longa trilha de 5 km em terreno plano é muito mais fácil que uma trilha de 1 km cheia de subidas, descidas e pedras.

Por isso preste bastante atenção nas classificações antes de se aventurar por um passeio.

Onde ficar na Chapada dos Veadeiros

O que fazer na Chapada dos Veadeiros – Loquinhas
Cachoeira das Loquinhas

Dica 13 – Horários para aproveitar a Chapada dos Veadeiros

Atente-se aos horários dos passeios, alguns tem restrições de horário de entrada.

O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, por exemplo, restringe a entrada até as 12h. Isto porque as trilhas são bem longas e levam cerca de 5h.

Se você entrar muito tarde não terá tempo de fazer a trilha e sair do parque em segurança.

Onde ficar na Chapada dos Veadeiros

O que fazer na Chapada dos Veadeiros – Cachoeira Morada do Sol
Cachoeira Morada do Sol

Dica 14 – Compras na Chapada dos Veadeiros

As cidades são lotadas de lojinhas super fofas e cheias de coisas interessantes, principalmente as pedras. A dica é prestar atenção se ela é da região ou não.

Por exemplo: lá só brotam da terra o quartzo branco, rosa e verde. Então se for comprar uma pedra, que seja uma que vem de lá.

Não pague mais caro por itens que você pode encontrar muito mais baratos em outros lugares, como em Brasília ou em São Paulo.

Nós fizemos várias comprinhas, e não nos arrependemos de nenhuma, mas nós demos aquela pesquisada antes.

Onde ficar na Chapada dos Veadeiros

O que fazer na Chapada dos Veadeiros – Gota Sat Som
Gota Sat Som

Dica 15 – Cheia e Seca na Chapada dos Veadeiros

A Chapada dos Veadeiros tem praticamente 2 estações no ano. A Cheia e a Seca. A cheia vai de Novembro a Abril e a seca de Maio a Outubro. Por que esta informação é importante? Para que você programe melhor a sua viagem.

Na seca, os passeios são bem melhores para banho e para fotografias aquáticas. Isto porque o volume de agua é muito menor e ela fica mais limpa e cristalina. Porém a umidade relativa do ar fica muito baixa, o que faz com que o calor seja maior, as trilhas mais cansativas e exigem um consumo maior de água.

Já na cheia os passeios são mais contemplativos, as cachoeiras ficam com um volume muito maior de água e muito bonitas, mas o passeio fica mais perigoso. Não são todos os lugares que você pode tomar um banho de cachoeira e o risco de tromba d’agua é bem alto. Além disso, aconselhamos a levar capa de chuva ou até mesmo uma capa de mochila, pois o risco de fazer uma trilha na chuva é grande.

Chapada dos Veadeiros - Tudo o que você precisa saber antes de ir
Salve essa imagem no seu Pinterest para consultar depois

2 Comentários

    • Se você prefere a seca (cachoeiras com pouca água e menos risco de trombas d’água) vá entre os meses de junho a setembro. Nós visitamos em dezembro, um mês de muita chuva e cachoeiras bem cheias. Na chapada a seca e a cheia são praticamente duas viagens diferentes!

Deixei uma resposta

Escreva um comentário
Seu nome