fbpx
Chapada dos Veadeiros

Chapada dos Veadeiros: o que fazer, quando ir, como chegar, onde ficar e outras dicas

A Chapada dos Veadeiros é um destino muito conhecido pelas maravilhas naturais que reserva. É vizinha da capital brasileira, Brasília, e considerada a segunda chapada com acesso mais fácil do Brasil.

A região fica localizada no nordeste do Estado de Goiás, entre os municípios de Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante, Teresina de Goiás, Nova Roma, São Jorge e São João d’Aliança.

Toda esta área é protegida pelo Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, criado em 1961. Atualmente preserva mais de 240 hectares de cerrado com objetivo de manter o ecossistema local e assegurar a preservação de espécies, formações vegetais, centenas de nascentes e rochas com milhões de anos. Hoje o parque é considerado um Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco.

Vale da Lua – Cartão Postal da Chapada dos Veadeiros
Vale da Lua – Cartão Postal da Chapada dos Veadeiros

Chapada dos Veadeiros – Dicas para sua viagem

A Chapada dos Veadeiros, em Goiás, é um destino perfeito para os amantes do ecoturismo.

Repleta de cenários paradisíacos, trilhas, cachoeiras, piscinas naturais, rios cristalinos, cânios e muitas surpresas. Uma delas é o fato da Chapada dos Veadeiros ser considerada o maior destino místico brasileiro.

Esta fama se dá pela razão da Chapada estar sobre uma imensa placa de cristal de quartzo, que segundo teorias torna a região brilhante se vista do espaço, atraindo energias cósmicas. Inclusive, moradores e turistas confirmam as aparições de OVNIs na região.

Entre essa e tantas outras curiosidades, gosto de mencionar também que ela é considerada uma das formações geológicas mais antigas da Terra com suas rochas de milhões de anos.

Agora prepare-se, pois sem dúvida esta é uma viagem para sentir as boas energias da natureza.

Para facilitar a leitura, veja todos os tópicos deste guia da Chapada dos Veadeiros:

Atenção: antes de embarcar nesta viagem, tome a vacina de Febre Amarela com no mínimo 10 dias de antecedência.

Eloah Cristina na Cachoeira dos Cristais
Cachoeira dos Cristais – Chapada dos Veadeiros

Chapada dos Veadeiros – Quando ir

A Chapada dos Veadeiros tem duas estações muito bem definidas. O inverno e o verão. Ou a seca e a cheia. Ambos rendem uma boa viagem, mas cada período com sua particularidade.

Para viajar durante a cheia, você deve reservar o período de Novembro a Abril. Nesta época os passeios são muito mais contemplativos. As cachoeiras ficam com um volume muito maior de água e muito mais bonitas. No entanto neste período algumas se tornam um pouco mais perigosas, já que há um risco maior de tromba d’água. Além disso, não são todas as cachoeiras que você poderá tomar banho.

Já na seca, que vai de Maio a Outubro, os passeios são bem melhores para banho e para fotografias aquáticas. Isto acontece por que o volume de água é muito menor e ela fica mais limpa e cristalina. Porém a umidade relativa do ar fica muito baixa, o que faz com que o calor seja maior, as trilhas mais cansativas e exigem um consumo maior de água.

Agora, te garanto que se você buscar “Chapados do Veadeiros – Quando ir?” a maioria dos sites indicarão a seca antes mesmo de explicar que ambas as estações são ótimas para esta viagem. Defina você qual estilo de viagem busca e aproveite.

Nós, inclusive, visitamos a Chapada dos Veadeiros no mês de Dezembro, época de cheia. E adoramos!

Cachoeira Poço Encantado – Chapada dos Veadeiros
Cachoeira Poço Encantado – Chapada dos Veadeiros

Chapada dos Veadeiros – Como ir

A maneira mais fácil de chegar e mais rápida é pegando um voo até Brasília, que está a apenas 238 km da Chapada dos Veadeiros. Dá aproximadamente 3 horas de estrada.

Do Aeroporto de Brasília você tem três opções. Pegar um ônibus, alugar um carro ou pedir carona. Você notará que é muito comum as pessoas pedirem carona na Chapada dos Veadeiros.

Eu particularmente acho mais prático alugar um carro, mas falarei sobre isso no tópico adiante “Precisa de carro na Chapada dos Veadeiros?“.

– Chapada dos Veadeiros – Como ir de Carro

O acesso de Brasília até a Chapada dos Veadeiros é feito pela Rodovia GO-118 sentindo Alto Paraíso. Para chegar em Cavalcante, será necessário dar sequência pela GO-241 sentindo Teresina de Goiás. Já para quem vai direto para São Jorge, no trevo de Alto Paraíso precisa seguir pela GO-239.

Para quem optou pelo carro, é importante dizer que durante o trajeto não há pedágios e também não há muitas opções de postos de combustível. A rodovia em si é toda asfaltada, bem sinalizada, quase sem curvas e bem cuidada

– Chapada dos Veadeiros – Como ir de Ônibus

Para quem optar ir de ônibus, saindo do aeroporto é preciso ir até a rodoviária de Brasília. De lá a empresa que atende o destino é a Real Expresso, que costuma ter apenas três horários diários.

O ônibus que sai de Brasília às 10h chega em Alto Paraíso por volta das 14h15, o ônibus com saída as 19h chega as 22h20, e por último o ônibus com saída as 21h chega as 00h20. O valor da passagem, por trecho, custa à partir de R$52,00.

Lembrando que ir de ônibus requer mais paciência e tempo.

– Chapada dos Veadeiros – Como ir de Carona

Existem diversas maneiras de se obter carona na Chapada dos Veadeiros. Você pode utilizar aplicativos de viagem ou grupos no Facebook como o Carona Solidária.

Amanda Fernandes na Cachoeira Almécegas
Cachoeira Almécegas – Chapada dos Veadeiros

Precisa de carro na Chapada?

Para nós super valeu a pena o aluguel do carro na Chapada dos Veadeiros e vamos te explicar porque.

São vários pontos para analisar. Já adianto que para fazer qualquer passeio, você vai precisar de um carro para chegar até o local. Na Chapada dos Veadeiros percorre-se muitos quilômetros entre um atrativo e outro, entre uma cidade e outra.

Por isso já adianto também, fique atento ao tanque de combustível. Em Alto Paraíso tem um posto de gasolina e só. São Jorge fica a mais ou menos 50 km de Alto Paraíso e Cavalcante uns 90 km. Então, sempre que tiver a oportunidade, encha o tanque.

Outro ponto, é que com o carro você consegue contratar somente a diária do guia, sem transporte. Além de ter mais flexibilidade para fazer os passeios e aproveitar melhor sua estadia na cidade. E se você for em época de chuva, preste atenção nas estradas que exigem um carro 4×4.

Agora, se você preferir também é possível alugar uma bike ou pedir carona.

Catarata dos Couros – Chapada dos Veadeiros
Catarata dos Couros – Chapada dos Veadeiros

Quantos dias na Chapada dos Veadeiros?

Nós ficamos 9 dias na Chapada dos Veadeiros, um número bem atípico, mas você pode ir com tranquilidade para curtir o destino em 7 dias.

Veja como organizamos nossa viagem:

  • Dia 1: Cachoeira dos Cristais
  • Dia 2: Cachoeira Almécegas I, II e São Bento + Cachoeira Poço Encantado
  • Dia 3: Cachoeira Santa Bárbara
  • Dia 4: Catarata dos Couros
  • Dia 5: Vale da Lua + Cachoeira da Raizama + Águas Termais do Morro Vermelho
  • Dia 6: Cachoeira Morada do Sol
  • Dia 7: Loquinhas
  • Dia 8: Apiário Coração do Cerrado e Tom da Erva + Gota Sat Som
  • Dia 9: Feira do Produtor Alto Paraíso

E se você tiver oportunidade, aproveite para ficar pelo menos um ou dois dias em Brasília pois vale a pena conhecer o Eixo Monumental.

Cachoeira da Raizama – Chapada dos Veadeiros
Cachoeira da Raizama – Chapada dos Veadeiros

Como contratar um guia

Na Chapada dos Veadeiros muitos passeios não precisam de guia, mas nós aconselhamos SEMPRE verificar o nível de dificuldade da trilha antes de ir.

Caso ela seja classificada como média ou difícil, contrate um guia. É muito mais seguro, você aproveita melhor o passeio e ainda aprende muita coisa sobre o local visitado. Eles ficam no CAT das cidades e é bem fácil conseguir um.

Uma dica que damos é “adote um guia” para sua viagem. Nós indicamos o Rafael Bastos (62-99959-2355). Ele é muito prestativo, atencioso e sabe muito da história local. Outra dica bacana é fazer amizades durante a viagem e formar grupos para dividir a diária do guia. Fica mais barato pra todo mundo.

Trilha Cachoeira da Raizama
Trilha Cachoeira da Raizama

Chapada dos Veadeiros – O que fazer

Os passeios na Chapada dos Veadeiros são inúmeros e sem dúvida você não vai conseguir fazer tudo em uma única viagem. A nossa durou 9 dias e abaixo compartilho tudo que fizemos e indicamos para o seu roteiro.

Cachoeira dos Cristais | uma ótima opção para quem está hospedado em Alto Paraíso de Goiás. Neste passeio, não é preciso contratar um guia e por estar localizada dentro de uma propriedade particular, é necessário pagar uma taxa de visitação no valor de R$ 20.

Cachoeira Almécegas I, II e São Bento | perfeitas para contemplação, banho e prática de rapel. O melhor ponto de partida é Alto Paraíso de Goiás e a taxa de entrada para as três cachoeiras é R$ 30.

Cachoeira Poço Encantado | localizada a 50 km de Alto Paraíso de Goiás, no sentindo de Cavalcante. É uma mistura de praia e cachoeira, com uma ótima infra estrutura e trilha de fácil acesso. Por ser uma propriedade privada, é cobrada uma taxa de visitação de R$ 20.

Cachoeira Santa Bárbara | situado na comunidade Kalunga, na zona rural do município de Cavalcante, é um passeio que precisa de um dia inteiro. Além disso para este passeio é obrigatório a contratação de um guia (pagamos R$ 120) e a taxa de visitação de R$ 20.

Catarata dos Couros | impressiona com sua grandiosa queda de 100 metros de altura. É um passeio que ocupa o dia inteiro, gratuito, mas indicamos a contratação de um guia principalmente no período da cheia.

Vale da Lua | nada mais é que um conjunto de formações rochosas, cavadas ao longo dos seus bilhões de anos pelas corredeiras de águas do rio São Miguel. A atração fica em Alto Paraíso de Goiás, sentido São Jorge e a taxa de visitação é de R$ 20.

Cachoeira da Raizama | é uma ótima opção para quem não tem o dia inteiro disponível e perfeita para quem está em São Jorge. Na seca é um lugar ótimo para pratica de rapel.

Águas Termais do Morro Vermelho | são três piscinas rasas e com temperatura em torno de 28°C a 33°C. A entrada custa R$ 20 e sua localização é ideal para quem está em São Jorge.

Cachoeira Morada do Sol | localizada em São Jorge, é um atrativo cheio de águas cristalinas, com três deliciosas paradas para banho e um incrível mirante. A trilha é tranquila durante quase todo o trajeto, mas alguns trechos são íngremes e com bastante pedra. Para visitar não é necessária a contratação de guia e a taxa de entrada é de R$ 20.

Loquinhas | fica próxima de Alto Paraíso de Goiás. Neste atrativo não é necessário percorrer horas de trilha nem contratar guia. A taxa de entrada é R$ 25.

Gota Sat Som | destaque-se com sua construção em forma de uma gota e suas atividades de medição harmonizadas com o som.

Outros passeios na Chapada dos Veadeiros que indicamos, mas que não tivemos tempo de fazer:

Cachoeira Santa Bárbara – O cartão postal da Chapada dos Veadeiros
Cachoeira Santa Bárbara – O cartão postal da Chapada dos Veadeiros

Chapada dos Veadeiros – Onde ficar

Alto Paraíso, São Jorge e Cavalcante são os municípios onde ficam as principais atrações da Chapada dos Veadeiros. E são nelas que nós sugerimos que você se hospede. O ideal é verificar quais os passeios que você quer fazer, e distribuir as hospedagens de acordo com seu roteiro.

Abaixo você encontra ótimas sugestões de hospedagem:

A Pousada Inácia (diárias a partir de R$ 1600) é puro charme e uma das poucas pousadas com 5 estrelas na Chapada dos Veadeiros. É uma hospedagem super completa, com piscina ao ar livre, restaurante, bicicletas gratuitas, banheira de água termal e parquinho infantil.

A Pousada Recanto da Grande Paz (diárias a partir de R$ 300) esta localizada a apenas 500 metros do centro de Alto Paraíso de Goiás e oferece para seus hospedes massagens, terapias holísticas e piscina ao ar livre.

A Pousada Casa Rosa (diárias a partir de R$ 230) foi uma das nossas escolhas na Chapada dos Veadeiros. Ela fica um pouco afastada do centro, cerca de 1km, então é uma opção perfeita para quem quer descansar no final do dia em meio tranquilidade e silêncio da natureza.

O Tapindaré Hotel (diárias a partir de R$ 180) foi outra escolha durante a nossa viagem para Chapada dos Veadeiros. Ele é bem simples e fica localizado na avenida principal, no centro, perto de todos comércios, lojinhas, bancos, restaurantes e do CAT.  Tem piscina coberta, café da manhã e na parte da tarde é possível ver araras voando da varanda do quarto.

A Pousada Meu Talento (diárias a partir de R$ 300) é puro charme e preza pelo aconchego dos hospedes. Tem quartos com banheira de hidromassagem, piscina ao ar livre e um café da manha excepcional.



Booking.com

Chapada dos Veadeiros: onde ficar, como ir, quando ir, o que fazer, as melhores cachoeiras e muitas outras dicas para você aproveitar sua viagem.
Salve esse Pinterest para consultar depois

MeuDome

Eloah Cristina
Designer & Travel Blogger. Ama vídeo-game, tecnologia, fotografia, batatas e bacon. Formada em Design de Mídia Digital, Pós Graduada em Gestão de Projetos e MBA em Marketing. Abandonou a carreira nas agências de publicidade e hoje leva a vida entre sua verdadeira vocação e seu hobby.

Deixe uma resposta



Booking.com